E aí galerinha, tudo bem com vocês? Hoje quero levantar uma discussão e ao mesmo tempo dar essa notícia que vi circulando nos blogs gringos, preparados?!
Que a Google é uma gigante da tecnologia todos sabemos, mas a novidade agora vem no setor de ebooks.
Primariamente nos Estados Unidos a empresa vem testando de modo tímido uma funcionalidade em sua loja, a Play Livros, o aluguel de ebooks.
O empréstimo consiste em títulos selecionados que vão de 1 a 3 dólares, valor irrisório em comparação ao de um livro "completo", o único porém é que eles nos dão apenas 3 dias para concluir um livro de até 200 páginas.

Fachada da Play Books americana.

A idéia é muito boa e soa rentável principalmente para os leitores, mas será mesmo? E as editoras aceitarão numa boa ganhar ainda menos em favor dos consumidores?
Apesar de ver como um modelo legal e lucrativo não concordo com o tempo de leitura, deveria ser no mínimo 1 semana ou seguindo os padrões de bibliotecas virtuais, 15 dias.

Mesmo com a proposta de serem livros rápidos é bem difícil alguém que leia tão rápido assim, deixando margem para "teorias da conspiração" onde o objetivo é fazer você gastar mais quando no fim das contas vai compensar comprar o livro mesmo.

E vocês, o que acham? Daria certo isso por aqui? É um modelo a ser seguido pelas outras gigantes do mercado editorial?

Fonte

0 Comentários