A viúva e os filhos do GÊNIO Douglas Adams fizeram o favor de confiar nele a "triogia de 4 livros, que na verdade são 5" a um cara que não se contentou e pediu para dar continuidade a série. Esse tal aí é o Eoin Colfer, famoso por uma série chamada Artemis Fowl, que é um misto de policial, ação e fantasia e tem milhões de seguidores.

 Não há tantas notícias sobre "o conteúdo" do livro, mas o pouco que já publicaram, é que Arthur Dent, Ford Prefect, Trillian e Random Dent escaparam por milagre da explosão da Terra que novamente foi destruida pela frota de naves Vogons liderados por Prostenic Vogon Jeltz, que querem a todo custo construir uma via de Hyperespaço bem aonde a Terra está, e agora todos irão explorar o universo novamente.

Para falar a verdade os fãs do Guia (inclusive eu como se pode notar) não foram muito com a cara dele e duvidam MUITO que ele ao menos escreva com a essência do Adams que é o mínimo imaginável, afinal está para nascer um cara que consiga unir todos aqueles elementos e deixá-los de uma forma inteligente e descontraída como Adams fez, sinceramente ainda não li NADA que se compare a nenhum livro do Guia.

Essa coisa já está á venda no Brasil desde o ano passado mas em inglês e ao que tudo indica a Editora Record irá fazer a tradução o que ficará outra merda, preferia na Sextante para manter o padrão e de qualquer forma esperamos anciosamente só para ver no que isso dará. Se prestar, juro que começarei a ler Artemis Fowl, veremos se Eoin responderá as expectativas!

1 Comentários

  1. Li And Another Thing em inglês e, sério, não deve em nada para os livros escritos pelo Douglas Adams. Não vou dizer que considero a história canônica, mas não é nenhuma viagem, que distoa das outras histórias.

    Não sei o quanto você quer saber da história, mas se me permite, ela gira em torno de 3 personagens: Wowbagger (aquele alienígena cujo objetivo é xingar todos no universo - e por que ele quer xingar todos no universo), Thor e um novo humano, mais um sobrevivente da demolição da Terra.

    Eu, sinceramente, curti o livro. Achei infinitamente melhor que, por exemplo, o filme lançado em 2005!

    ResponderExcluir

Opniões